Não existe educação sem cultura

Conselho de Cultura

Conselho de Cultura

 

Formado por notáveis representantes da cultura brasileira nas mais diversas áreas artísticas, o Conselho de Cultura foi criado para analisar e nortear os projetos idealizados pelo Centro Cultural. O grupo se reúne mensalmente para apontar quais indicadores podem ser importantes na análise de um projeto cultural, oferecendo uma visão mais técnica e criativa às iniciativas propostas pela Fundação Cesgranrio.

 

Carlos Alberto Serpa - Presidente

Engenheiro, Presidente da Fundação Cesgranrio e Presidente da Academia Brasileira de Educação. Ex-Conselheiro do Conselho Nacional de Educação (1996-2000). Membro da Academia Nacional de Engenharia. Criador do Projeto SAPIENS. Diretor da Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa. . Conselheiro Vitalício da Associação Brasileira de Educação. Ex-Vice Reitor e atual membro da Associação Mantenedora da PUC – Faculdades Católicas. Vice Presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro. Membro da Academia Nacional de Engenharia. Criador do Projeto SAPIENS. Diretor da Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa. Diretor e produtor cultural.

Ana Botafogo

Primeira Bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, já tendo se apresentado em vários países da Europa e das Américas do Norte, Central e do Sul. Considerada uma das mais importantes bailarinas brasileiras.

Antenor Neto

Formado em Gestão e Produção cultural, é Coordenador de núcleo da Gerência Cultural do Sistema SESI-FIRJAN, que tem como objetivo transformar ideias inovadoras no campo da cultura em projetos criativos para o Estado, com foco na indústria criativa. Também coordena as oficinas culturais e workshops do SESI Cultural, que trabalham as várias linguagens da cultura e arte.

Arnaldo Niskier

Membro da Academia Brasileira de Letras e da Academia Brasileira de Educação. Tem atuações importantes como Diretor-Presidente do Instituto Antares, Diretor-Presidente da Consultor Assessoria de Planejamento, Consultor de Educação da Confederação Nacional do Comércio.

Carol Murta Ribeiro

Premiada em concursos nacionais e tendo concluído o Mestrado em Piano pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Carol atua intensamente em Concertos com Orquestra e Recitais tanto no Brasil como no exterior.

Charles Fricks

É considerado um dos grandes atores de sua geração. Integra a Companhia Atores de Laura. Já participou em mais de 15 espetáculos e ganhou uma indicação ao Prêmio Shell por sua atuação em “As artimanhas de Scapino” (2002). Em 2012 recebeu os Prêmios Shell e APTR por sua performance em “O filho eterno”.

Eva Doris

Natural do Rio de Janeiro, Eva Doris Rosental é a atual Secretária de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. Presidiu o Rio Arte, fundação de cultura da Prefeitura; coordenou os projetos especiais do Programa Avançado de Cultura Contemporânea da UFRJ; foi Superintendente de Artes da Secretaria de Estado de Cultura e Presidência da FUNARJ.

Hildegard Angel

Filha da estilista Zuzu Angel, trabalhou como atriz no teatro, no cinema e na televisão, nas décadas de 60 e 70, antes de se tornar conhecida no jornalismo, especialmente como colunista social, a partir dos anos 1980. Dedicou-se ao colunismo social no jornal O Globo, e, posteriormente, de 2003 a 2010, no Jornal do Brasil. Mantém atualmente um blog próprio, onde escreve sobre a sociedade carioca e a política nacional.

Jacqueline Laurence

Atriz e diretora de teatro. Nascida na França e naturalizada brasileira, atuou em diversas novelas, quase sempre na Rede Globo. Recebeu o Troféu Mambembe de Melhor Atriz em “Madame de Sade e As Criadas” e o Prêmio Molière de Melhor Atriz em “Tupã, a Vingança”.

João Maurício Pinho

Implantou a Fundação Casa França-Brasil no Rio de Janeiro. Presidiu o Museu Histórico do Rio de Janeiro, a Associação de Amigos do Museu Nacional de Belas Artes, da Casa de Cultura Laura Alvim, Casa de Rui Barbosa, Museu do Pontal de Arte Popular, e da Casa França-Brasil. É o atual Presidente do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

José Dias

Mestre e Doutor em Artes pela Univ. de São Paulo. Professor Associado da UFRJ e Titular da UNIRIO, onde foi Vice-Reitor (2000-2004). Participou como Cenógrafo e Diretor de Arte de mais de 390 espetáculos no Brasil e no exterior. Premiado 15 vezes (tendo 27 indicações). Destacam-se: Molière, Shell, IBEU, Cultura Inglesa, Oscarito, Paschoalino, Cesgranrio e São Sebastião, além das Medalhas Tiradentes, Pedro Ernesto e Benemérito do RJ. Trabalhou na TV Tupi (1972-1973) e na TV Globo (1974-1989). No cinema foram mais de 20 filmes (longas, curtas e publicidade). Prestou assessoria técnica em projetos, reformas e construções para mais de 90 teatros em todo o Brasil. Autor dos livros: “Odorico Paraguaçu – O Bem Amado de Dias Gomes” e “Teatros do Rio – do Séc. XVIII ao Séc. XX”.

Leandro Bellini

Secretário Executivo do Centro Cultural da Fundação Cesgranrio. Turismólogo de formação, cursou o MBA em Gestão e Produção Cultural pela Fundação Getúlio Vargas, instituição onde se especializou também em Marketing. Estudou Civilização Francesa pela Université de Nancy 2 e atuou durante 8 anos como gerente do mercado internacional de uma multinacional francesa.

Marcelo Calero

Diplomata, nascido no Rio de Janeiro, Marcelo Calero foi Ministro da Cultura do Brasil e Secretário Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Atuou no Departamento de Energia do Itamaraty e na Embaixada do Brasil no México. Na Prefeitura do Rio, trabalhou na Assessoria Internacional e comandou as comemorações dos 450 anos da Cidade Maravilhosa.

Marcos Vilaça

Advogado, jornalista, professor e ensaísta. É membro da Academia Brasileira de Letras, da Academia Pernambucana de Letras, da Academia das Ciências de Lisboa e da Academia Brasiliense de Letras. Ex-ministro e presidente do Tribunal de Contas da União. Ex-Presidente da Funarte.

Myrian Dauelsberg

Doutora em Musicologia pela Universidade de Sorbonne. Foi Diretora da Sala Cecília Meirelles e Chefe de Gabinete do Ex-ministro da Cultura Eduardo Portela. Presidente da Dell´Arte e administradora do teatro Bradesco.

Pedro Grossi

Advogado, empresário, Ex-secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Fazenda, Diretor Administrativo da Telerj, no período de 1986, e Vice-Presidente da Telerj, no período de 1988. Presidente da Embratur, no período de 1988.

Roberto Halbouti

Advogado formado pela Faculdade Nacional de Direito – UFRJ e membro efetivo do IAB – Instituto dos Advogados Brasileiros.

Geraldo Matheus

Formado pela 1ª turma da Escola de Arte Dramática de São Paulo. Administrou a Cia. Tonia-Celi-Autran. Foi diretor do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, de 1975 a 1978. Administrou o Teatro Adolpho Bloch. Ex-secretário executivo da Fundação de Teatros do Estado do Rio de Janeiro.