Não existe educação sem cultura

Prêmio Cesgranrio de Teatro 2018 – Indicados

 

logotipo do Prêmio Cesgranrio de Teatro

 

Confira a lista completa dos indicados ao 6º Prêmio Cesgranrio de Teatro:

 

 

MELHOR FIGURINO

 

Eduardo Giacomini, por “Nuon”

João Pimenta, por “Dogville”

João Pimenta, por “Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte”

Kika Lopes e Rocio Moure, por “Elza”

Maria Duarte e Márcia Pitanga, por “Um Tartufo”

Ney Madeira e Dani Vidal, por “Bibi – Uma Vida em Musical”

 

 

MELHOR CENOGRAFIA

 

Daniela Thomas, por “Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte”

Dina Salem Levy, por “Cérebrocoração”

Dóris Rollemberg, por “A Última Aventura é a Morte”

Marcos Flaksman, por “O Inoportuno”

Mathieu Duvignaud, por “A Invenção do Nordeste”

Natalia Lana, por “Bibi – Uma Vida em Musical”

 

 

MELHOR ILUMINAÇÃO

 

Beto Bruel, por “Cérebrocoração”

Monique Gardenberg e Adriana Ortiz, por “Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte”

Paulo César Medeiros, por “Maria!”

Renato Machado, por “A Última Aventura é a Morte”

Renato Machado, por “Elza”

Russinho, por “Memórias do Esquecimento”

 

 

MELHOR ATOR

 

Bruce Gomlevsky, por “Memórias do Esquecimento”

Claudio Mendes, por “Maria!”

Daniel Dantas, por “O Inoportuno”

João Velho, por “A Ordem Natural das Coisas”

Marcelo Olinto, por “Insetos”

Robson Torinni, por “Tebas Land”

 

 

MELHOR ATOR EM TEATRO MUSICAL

 

Chris Penna, por “Bibi – Uma Vida em Musical”

Claudio Galvan, por “Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte”

Leo Bahia, por “Bibi – Uma Vida em Musical”

Luiz Felipe Mello, por “Pippin”

Rodrigo Naice, por “70? Década do Divino Maravilhoso – Doc. Musical”

Tauã Delmiro, por “70? Década do Divino Maravilhoso – Doc. Musical”

 

 

CATEGORIA ESPECIAL

 

Andrea Jabor, pela preparação corporal do espetáculo “Insetos”

Cia. dos Bondrés, pelos 10 anos de atividade em pesquisa de máscaras balinesas

Elenco de “Elza”

Gustavo Gasparani e Eduardo Rieche, pela adaptação e roteiro musical de “Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte”

Henrique Fontes e Pablo Capistrano, pela adaptação teatral do livro “A Invenção do Nordeste e Outras Artes” de Durval Muniz de Albuquerque Jr.

Marcia Rubim, pela direção de movimento do espetáculo “Trajetória Sexual”

 

 

MELHOR ATRIZ

 

Alice Borges, por “Irmãozinho Querido”

Ana Kfouri, por “Uma Frase Para Minha Mãe”

Beatriz Bertu, por “A Ordem Natural das Coisas”

Gisele Fróes, por “O Imortal”

Mariana Lima, por “Cérebrocoração”

Mel Lisboa, por “Dogville”

 

 

MELHOR ATRIZ EM TEATRO MUSICAL

 

Amanda Acosta, por “Bibi – Uma Vida em Musical”

Daniela Fontan, por “A Vida Não é um Musical – O Musical”

Izabella Bicalho, por “Elizeth – A Divina”

Nicette Bruno, por “Pippin”

Stella Maria Rodrigues, por “Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte”

Totia Meirelles, por “Pippin”

 

 

MELHOR DIREÇÃO

 

Ary Coslov, por “O Inoportuno”

Duda Maia, por “Elza”

Enrique Diaz e Renato Linhares, por Cérebrocoração”

Leonardo Netto, por “A Ordem Natural das Coisas”

Tadeu Aguiar, por “Bibi – Uma Vida em Musical”

Victor Garcia Peralta, por “Tebas Land”

 

 

MELHOR DIREÇÃO MUSICAL

 

Apollo Nove, por “Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte”

Jules Vandystadt, por “70? Década do Divino Maravilhoso – Doc. Musical”

Jules Vandystadt, por “O Homem No Espelho”

Jules Vandystadt, por “Pippin”

Pedro Luís, Larissa Luz e Antônia Adnet, por “Elza”

Tony Lucchesi, por “Bibi – Uma Vida em Musical”

 

 

MELHOR TEXTO NACIONAL INÉDITO

 

Cristina Fagundes, por “A Vida ao Lado”

Eduardo Moreira, Márcio Abreu e Paulo André, por “Outros”

Leandro Muniz, por “A Vida Não é um Musical – O Musical”

Leonardo Netto, por “A Ordem Natural das Coisas”

Miriam Halfim, por “Meus 200 Filhos”

Pedro Brício, por “O Condomínio”

 

 

MELHOR ESPETÁCULO

 

A Invenção do Nordeste

A Ordem Natural das Coisas

Bibi – Uma Vida em Musical

Dogville

Elza

Romeu + Julieta ao Som de Marisa Monte