Não existe educação sem cultura

Oficina de Autores tem aula inaugural

Oficina de Autores - Fundação Cesgranrio

 

Mais uma iniciativa de capacitação promovida pelo Centro Cultural da Fundação Cesgranrio – a Oficina de Autores com foco em produção de roteiros para séries – foi inaugurada, no dia 7 de julho. A aula inaugural contou com a presença do professor Carlos Alberto Serpa, presidente da Cesgranrio; da escritora e roteirista Claudia Tajes, convidada para a primeira palestra; e de Décio Coimbra e Daniel Berlinsky, que ministrarão disciplinas no curso.

Em sua fala, o professor Serpa destacou que a Oficina de Autores é mais uma ação da Fundação que busca auxiliar na formação educacional brasileira por intermédio da ambiência cultural. Ele lembrou que a produção da série “Anos Radicais” – cuja primeira temporada foi lançada em abril deste ano – foi uma das primeiras incursões do Centro Cultural no mundo das séries, que está ganhando espaço entre os jovens brasileiros. Ele também recordou os concursos de Novos Talentos da Literatura como instrumento de promoção da cultura e da literatura entre jovens em idade escolar.

 

Carlos Alberto Serpa

Presidente da Fundação Cesgranrio

Eu sinto muita falta de elementos motivadores que retratem de forma inteligente e criativa aquilo que a vida nos apresenta e que, ao mesmo tempo, sejam capazes de dar entretenimento às pessoas que o assistem e, principalmente, permitam discutir temas considerados tabus na sociedade. Para isso, criamos uma minissérie que já tem quatro capítulos e terá outros até o fim do ano. Além disso, organizamos o concurso de contos com meninos e meninas do Ensino Médio, para que exercitem a literatura e a escrita. Com esta Oficina, temos mais uma oportunidade de levar mensagens e orientações aos nossos jovens de forma lúdica, pois a Fundação Cesgranio vem atuando cada dia mais para que a cultura, sempre unida à educação, esteja acessível em todos os espaços e a jovens de todas as classes sociais – afirmou o professor.

 

Já Claudia, Décio e Daniel falaram sobre suas experiências e abordaram os principais aspectos para a elaboração de um bom roteiro para teledramaturgia, com destaque para o formato de séries, que é o foco do curso.

A Oficina de Autores é gratuita e tem carga horária de 65 horas. A primeira turma conta com 10 alunos. As aulas serão divididas em quatro módulos, sendo três teóricos e um prático. O projeto vem ao encontro de uma necessidade do mercado audiovisual no Brasil, que apresenta carência de roteiristas especializados em séries.