Não existe educação sem cultura

Dedicado às artes cênicas, o festival Fest & Arte chega à sua 7ª edição

fest & arte - Fundação Cesgranrio

 

 

Fest & Arte chega à 7ª edição com master class da atriz Ítala Nandi, exposição inédita de Luiza Scarpa e performance de Cristina Flores

 

Inteiramente gratuito, festival terá abertura comandada por Amir Haddad, com o espetáculo “Riobaldo”, dia 13 de dezembro, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa    

 

Concebido pela atriz e produtora Kellys Kelfis, chega à sua 7ª edição o Fest & Arte, evento dedicado às artes cênicas, que, como de costume, estende seus braços e abre portas para outras manifestações culturais. Detalhe: é tudo de graça. Pelo quarto ano consecutivo, a Fundação Cesgranrio apresenta o evento.

 

Este ano, a programação começa no dia 13 de dezembro, às 19h30, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa, com as bênçãos do icônico teatrólogo Amir Haddad, que apresentará o espetáculo “Riobaldo”, baseado em “Grande Sertão: Veredas”, da obra de Guimarães Rosa.

 

Ao longo dos dias 14 e 15, a partir das 13h, serão apresentados seis espetáculos infantis (no sábado) e 15 adultos (no domingo), que concorrerão a prêmios em dinheiro e ainda aos troféus que levam os nomes de Rosamaria Murtinho e Mauro Mendonça, padrinhos do Fest & Arte. Quem conduz as sessões é Dona Eulália, uma simpática senhorinha interpretada por Giovanna Velasco. Nos intervalos, o DJ Bibo Bassini, idealizador da festa Gororoba e do bloco Vamo Et, comanda as carrapetas.

 

Paralelamente às competições teatrais, a artista visual Luiza Scarpa, que já havia participado da edição de 2018, retorna ao Fest & Arte com sua mais nova exposição, a individual “Outros Olhos”, com 20 obras. “É uma série inspirada no enxame de percepções a que somos acometidos e subjugados nas relações e no cotidiano, que transbordam o ser humano”, explica Luiza, que utiliza nas figuras dos olhos uma mistura de tinta acrílica com silicone, que remete à combinação do óleo na água. “Só um lado das faces é revelado. O outro sempre permanece oculto. O Espectador é convidado a enxergar os trabalhos expostos de perto por 25 segundos no mínimo.”, filosofa.

 

A desenhista industrial Janaína Soares, artesã e criadora da marca Akasha Bordados também vai expor suas telas bordadas a mão. “Esse trabalho veo da necessidade de expressar de maneira mais livre e emocional o meu lado artístico”, diz ela. Mestra da arte em azulejo, MGolubi deixará em exposição peças pintadas a mão com tinta para porcelana e queimadas ao forno. A artista, desde 2018, também faz uma série de ilustrações chamada “Apetite”, com base em elementos da gastronomia.

 

No campo das performances, a atriz, diretora e poeta Cristina Flores apresentará o solo “Condenada aos Menores Amores do Mundo”, uma amostra de seu novo livro de poesias, às 16h, no sábado, e às 15h20 no domingo. O ator e comediante Vinicius Arêas também se apresenta com seu mais novo stand up comedy, às 15h, no sábado, e às 18h, no domingo.

 

A veterana e premiada atriz Ítala Nandi, uma das fundadoras do Teatro Oficina, ao lado de Zé Celso Martinez Corrêa e Renato Borghi e diretora do Espaço Nandi, escola profissional de atores, fará uma master class no domingo, às 13h, sobre sua trajetória artística, que completa 60 anos em 2019. Entre os temas, Cinema Novo, realismo Stanislavskiano, distanciamento Brechtiano, demais influências nas artes de interpretação e a fisicalidade no treinamento do ator.

 

“Ser um festival que resiste apesar das dificuldades, e seguir fomentando e formando plateia só nos dá mais ânimo para continuar. Essa força vem de vocês que nos ajudam e nos prestigiam durante o evento. Proporcionar acesso à arte de maneira com que todos se sintam integrados não tem preço, e essa é a minha missão”, diz a organizadora, Kellys Kelfis.

 

Mais informações no site: www.festearte.com

 

PARQUE DAS RUÍNAS

  1. Murtinho Nobre 169, Santa Teresa – 2215-0621.

13 de dezembro, às 19h30.

14 e 15 de dezembro, das 13h às 21h.

Grátis. Livre.