Não existe educação sem cultura

Cesgranrio participa da LER 2019 – Salão Carioca do Livro. Confira a programação

Fundação Cesgranrio na LER 2019 - Salão Carioca do Livro

 

Entre os dias 20 e 24 de novembro de 2019, a LER – Salão Carioca do Livro chega a sua terceira edição. Conhecido como o maior evento aberto do livro, o festival tem entrada franca e traz ao público uma programação repleta de atividades interativas, para que cada visitante se sinta parte da experiência que é a LER. O Salão Carioca reúne uma série de oficinas, debates, saraus, contações de histórias, exposições e atividades multiculturais.

 

Mais uma vez, a Fundação Cesgranrio marca presença no evento. O Espaço Cesgranrio, apresenta diversas intervenções culturais, como espetáculos teatrais, shows musicais, palestras e muito mais.

 

Confira abaixo a programação completa:

 

 

20 de novembro (quarta)

 

  • 11h às 12h – Espetáculo infantil “Mistureba, as cores do mundo”

 

O espetáculo que é parte do projeto Teatro nas Escolas da Fundação Cesgranrio já foi apresentado para mais de 30 mil alunos da rede pública de ensino e trata da importância da tolerância sob uma ótica abrangente, sem entrar de forma específica em nenhum apontamento de caso ou de formas particulares de intolerância.

 “Mistureba – as cores do mundo” conta a história de três lápis de cor amarela que descobrem, através de um contato inesperado com um lápis de uma outra cor, que o mundo é colorido. Acostumados a ver o mundo unicamente pelo prisma amarelo, os três amigos se veem, de repente, de frente para uma outra realidade e, então, entram em uma incursão rumo à compreensão da diversidade que dá forma ao mundo real. A princípio cheio de resistências para com todas as demais cores diferentes, os amarelos conseguem, por fim, desconstruir o preconceito para com as diferenças que os cercam e compreendem a importância da diversidade para beleza do mundo.  É um espetáculo que propõe o respeito e apreciação pelo direito do outro em ser diferente do que somos.

 

 

  • 13h30 às 15h30 – Do amor à memória: lá vêm as contadoras de histórias!, com Tatiana Henriques e Veralinda Menezes.

 

Tatiana Henriques e Veralinda Menezes são duas grandes contadores de histórias que  se unem no Espaço Cesgranrio para o deleite do público.

Tatiana é mestra em “Memória social” e atua com contação de histórias há mais de 19 anos, tendo desenvolvido sua pesquisa cênica na linguagem corporal em contos e mitologias ameríndias, africanas e indianas. Representou o Brasil em vários eventos internacionais, como o 19th International Theatre Festival of India e o The Art of Storytelling.

Veralinda é a idealizadora da “Príncipes Negros Cultural”. Estreou como escritora em 2018 com um livro que apresentava a primeira princesa negra de um conto de fadas brasileiro, obra essa que inspirou o e-book “Violeta, a princesa guerreira”. Em 2009, Veralinda lançou um livro com o primeiro anjo negro da literatura brasileira.

 

 

  • 17 às 19h – Show musical com os Griôs da cultura brasileira e o grupo “Razões Africanas”

 

Griô é uma releitura da palavra francesa Griot, muito utilizada em algumas regiões da África. Faz referência a mestres e mestras que, através de sua contribuição e atuação nas mais variadas áreas culturais, sociais, políticas e artísticas em uma comunidade, têm o reconhecimento coletivo, enquanto detentores de um saber. Assim, os griôs reúnem as condições necessárias e únicas para transmiti-la através da oralidade. Com essa intervenção, o Centro Cultural Cesgranrio visa promover um encontro de gerações para troca de saberes, tendo como princípio estrutural uma rica troca de experiências com os griôs do Samba Nelson Sargento, Rubem Confete e Zé Luiz do Império.

 

O Grupo Razões Africanas completa 18 anos dia 20 de novembro. É formado pelas cantoras e compositoras Lazir Sinval e Déli Monteiro, herdeiras do Jongo da Serrinha, que cantam acompanhadas de exímios músicos. Juntos, garantem ao público do Espaço Cesgranrio um encontro de vozes, sons e energias que vibram em torno do legado da Mãe Africa à nossa terra, carregado de encantamento e umbigada. Um precioso encontro entre o samba e o jongo, mas também cirandas, maracatus, cocô e ijexá. É um show de exaltação a cultura brasileira e promete encantar o público que vai dançar e cantar ao som de pandeiros, tamborins, tambores, violões e cavaquinhos

 

 

21 de novembro (quinta)

 

 

  • 11h às 12h – Espetáculo infantil “Mistureba, as cores do mundo”

 

 

  • 13h às 15h – Do amor à memória: lá vêm as contadoras de histórias!, com Tatiana Henriques e Veralinda Menezes.

 

Tatiana Henriques e Veralinda Menezes são duas grandes contadores de histórias que  se unem no Espaço Cesgranrio para o deleite do público.

Tatiana é mestra em “Memória social” e atua com contação de histórias há mais de 19 anos, tendo desenvolvido sua pesquisa cênica na linguagem corporal em contos e mitologias ameríndias, africanas e indianas. Representou o Brasil em vários eventos internacionais, como o 19th International Theatre Festival of India e o The Art of Storytelling.

Veralinda é a idealizadora da “Príncipes Negros Cultural”. Estreou como escritora em 2018 com um livro que apresentava a primeira princesa negra de um conto de fadas brasileiro, obra essa que inspirou o e-book “Violeta, a princesa guerreira”. Em 2009, Veralinda lançou um livro com o primeiro anjo negro da literatura brasileira.

 

 

  • 15h15 às 16h30 –  Espetáculo “Capitães de Areia”, adaptado da obra de Jorge Amado

 

“Capitães da Areia”, de Jorge Amado, é um romance que retrata o cotidiano de um grupo de meninos de rua. Apesar de mostrar impasses e conflitos, a narrativa concentra a trama nas aspirações e nos pensamentos ingênuos dos jovens.

A livre adaptação feita pelo Palco Literário desperta a atenção do público para questionamentos   extremamente atuais de maneira mais leve porém igualmente emocionante.

 

 

  • 17h às 18h – Teatro Novo – espetáculo com atores portadores de Síndrome de Down

 

O grupo se apresenta desde 1999 em várias cidades do Brasil e desenvolve oficinas de teatro para mais de 40 alunos no Teatro Cacilda Becker e no Aeroclube Charitas, em Niterói. Os espetáculos montados pelo Teatro Novo têm sempre uma importante mensagem social.

 

 

  • 18h30 às 20h30  – “Matéria de Poesia” da obra de Manoel de Barros com Bianca Ramoneda, Pedro Luis, Cristina Flores, Jaqueline Roversi e Magenta Dawning.

 

Trata-se de uma leitura cênica com textos do poeta Manoel de Barros lidos e interpretados pelos atores. De forma performática os atores fazem leitura, interpretam e trabalham suas relações entre si e o espaço artístico de forma lúdica, trazendo o universo do poeta para cena, fazendo uma relação do espaço artístico com olhar do poeta. Num mundo desesperançado como o nosso, pautado pela economia, pela política, pela ciência e pelo pragmatismo, é nosso dever puxar para a arte o lugar do encontro onde podemos perceber a realidade de outra forma. Mais lúdica, mas nem por isso mais frouxa.

 

 

22 de novembro (sexta)

 

 

  • 11h às 12h – Espetáculo com o Coral Sidney Marzulo, formado por cantores deficientes visuais

 

A emoção da música está presente de forma inesquecível nas vozes dos 24 inegrantes deste grupo, todos deficientes visuais. O conjunto nasceu em 2017 de uma parceria entre a o Centro Cultural Cesgranrio, a União de Cegos do Brasil e o Centro Integrado Empresa Escola.

 

 

  • 13h às 14h30 – Meus livros de cabeceira – com Viviane Mosé

 

Uma das grandes pensadoras brasileiras da atualidade, Viviane Mose sobre ao palco do Espaço Cesgranrio para dividir com o público os livros que mais a influenciaram em sua formação. Uma oportunidade imperdível se conhecer mais a fundo as maiores influências literárias na formação desta psicóloga, psicanalista e filósofa tão instigante.

 

 

  • 15h às 17h – Palestra com o roteirista Daniel Berlinsky

 

Colaborador de inúmeras novelas de sucesso da televisão brasileira, Daniel Berlinsky trata para o público importantes reflexões e dicas sobre os principais desafios na construção de um diálogo. Uma aula importante para aqueles que querem se debruçar na escrita de roteiros.

 

 

23 de novembro (sábado)

 

 

  • 11h30 às 13h – Musical e Oficina de bonecos manipulados “Folclore, Festas e Mitos”

 

A montagem traz os principais personagens de nossa mitologia popular, como o Boitatá, o Saci Pererê, o Curupira, o Boto, a Iara, a Mula-Sem-Cabeça, o Lobisomem entre outros. Sempre com situações divertidas e musicadas, a intervenção traz para o público informações sobe folclore, oralidade e sobre outros elementos da cultura popular.

 

 

  • 13h30 às 15h30 – Meus livros de cabeceira, com Beth Goulart, Dira Paes e Flávia Oliveira.

 

Três importantes mulheres brasileiras se encontram para um bate papo com a mediadora Bianca Ramoneda. Juntas, elas contarão para o público quais foram os livros que mais influenciaram suas visões de mundo.

 

 

  • 16h às 17h30 – Espetáculo musical “Terra Brasilis” com a Oficina de canto coral cênico Cesgranrio

 

Durante 8 meses, os alunos da Oficina de Canto Coral Cênico Cesgranrio vivenciaram intenso processo de pesquisa, preparação vocal e corporal, descobrindo, a cada ensaio, timbres, sonoridades, histórias e posturas, muitas delas não tão comuns no ambiente teatral e musical. “Terra Brasilis” é o segundo espetáculo da Oficina e abroda a influência da cultura mundial na cultura do Brasil, apresentando uma viagem por vários gêneros e ritmos musicais brasileiros que formam um grande mosaico cultural composto pelas 4 estações do ano. “Terra Brasilis” faz parte de uma trilogia que teve início em 2018 com a 1ª produção da Oficina de Canto Coral Cênico Cesgranrio do seu espetáculo “Raízes Indígenas – a música brasileira feita pelos povos indígenas”.

 

 

  • 18h às 19h – Espetáculo infantil “Mistureba, as cores do mundo”

 

 

24 de novembro (domingo)

 

 

  • 11h às 13h – Palestra com o roteirista Daniel Berlinsky

 

Colaborador de inúmeras novelas de sucesso da televisão brasileira, Daniel Berlinsky volta ao palco do Espaço Cesgranrio para brindar o público com uma importante aula sobre o arco da personagem e suas transformações ao longo da estória.

 

 

  • 13h15 às 14h15h – Leitura dramatizada de trechos de obras de Monteiro Lobato com participação do público.

 

O personagem Visconde de Sabugosa guiará atores especialmente convidados para a leitura de trechos da obra de Monteiro Lobato. O público será convidado a participar juntamente com os atores desta divertida leitura.

 

 

  • 14h30 às 15h30 – Prêmio Rio de Literatura: Entrevista com novos autores premiados

 

Marcelo Moutinho será o mediador de um interessante bate papo entre alguns vencedores do Prêmio Rio de Literatura na categoria “Novos Autores Fluminenses”. Autores convidados: Guido Arosa, autor de “O COMPLEXO MELANCÓLICO”. Annalu Braga, autora de “OLHOS DE VIDRO”.  Clara Ferrer, autora de “AMORES MONSTRUOSOS”. Tiago Franco, autor de “TÃO FÚTIL E DE TÃO MÍNIMA IMPORTÂNCIA”.

 

 

  • 16h às 18h – Varal de poesias, um encontro poético entre o público e os artistas Cláudia Ohana, Eriberto Leão, Janamô, Armando Babaioff, Maria Isabel Iorio  e Zezé Motta. Mediação: Bianca Ramoneda.

 

O Centro Cultural Cesgranrio convida ao palco importantes nomes das cenas teatral e literária. Juntos, os convidados declamarão e discutirão suas poesias preferidas e também convidarão o público presente a declamar as suas, em um ambiente deliciosamente descontraído.

 

 

  • 19h às 21h –  Bate papo com Monja Coen